Entrevista com o analista: a leitura como diferencial …

Ao longo dos anos fiz entrevistas de recrutamento de analistas. O objetivo era encontrar o profissional que soubesse resgatar do cliente suas necessidades, e as transformasse em solução, que mais tarde resultaria numa especificação para programadores e testadores. Esse recrutamento nunca foi tão simples como de outras especialidades, pois do analista espera-se, dentre outras, três grandes habilidades: entrevistar, criar e transcrever.

A análise

Segue uma anedota sobre o cuidado com as entrevistas, especificações e resultados: A esposa do programador diz: “Zé, vai à padaria e traz 5 ovos. Se tiver pão, traz 6.” Ele voltou com 6 ovos e disse: “Tinha pão.” Outra bricadeira sobre o trabalho de análise quando o resultado fica aquém do esperado é que a entrevista foi como uma “conversa entre bêbado e delegado”. Há uma imagem clássica sobre um projeto de balanço cujos resultados parciais representam a dificuldade de entendimento entre as etapas de um trabalho. Digite “projeto balanço” no Google Imagens.

Leia na Íntegra : TI Especialista – Entrevista com o analista: a leitura como diferencial

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s